domingo , Fevereiro 25 2018
Home / POLÍTICA / Em comunicado AL/TO rebate críticas e diz ter orgulho de ser independente

Em comunicado AL/TO rebate críticas e diz ter orgulho de ser independente

A Assembleia Legislativa do Tocantins em comunicado rebate as críticas acerca da polêmica gerada com a sessão que varou a madrugada. A acusação era de que o propósito da sessão madrugadeira era esconder a aprovação de remanejamento de recursos de obras para garantir mais emendas para os deputados. A acusação partiu de princípio do deputado Paulo Mourão (PT). Segundo Mourão, deputados estariam querendo garantir mais R$ 3 milhões em emendas com o remanejamento, que somado ao que os deputados já têm direito pode chegar a R$ 6 milhões.

Segundo a Assembleia em nota, nenhum valor teria sido retirado de obras, mas um redirecionamento. A nota cita a duplicação do TO-222, que, segundo a Assembleia, o valor estaria subestimado. A obra no projeto original está alçada em R$ 86 milhões, que para Aassembleia é um valor bem acima do mercado, sairia por R$ 6,6 milhões o KM, enquanto o preço praticado no mercado seria de R$1,1 milhão.

 

Leia o comunicado

 

1 – Os deputados aprovaram no dia na quinta feira 1º – nas comissões –, dois pedidos de empréstimo do Governo do Estado junto à Caixa Econômica Federal. Um no valor de R$ 453 milhões, para obras em todo o Estado, e outro no valor de R$ 130 milhões para a construção da ponte sobre o rio Tocantins, em Porto Nacional. Os dois projetos foram enviados ao plenário da Casa, onde serão debatidos e votados;

 

2 – Em relação ao pedido de empréstimo de R$ 453 milhões, os deputados cumpriram rigorosamente o que foi acordado com o Governo, prefeitos e representantes da instituição bancária;

 

3 – O fato de a reunião conjunta das comissões ter começado no dia 30 de agosto e entrado na madrugada do dia seguinte se justifica pela seriedade com que a Assembleia Legislativa trata esse assunto, afinal o dinheiro é público e deve ser bem investido, já que a conta será paga por todos os tocantinenses;

 

4 – Ao contrário do que tem sido divulgado por parte da imprensa, nenhum valor foi retirado da cidade de Araguaína ou de outra cidade. O que ocorreu, na verdade, foi um redirecionamento dos recursos, já que o valor da obra de duplicação da rodovia TO-222 estava superestimado. O trecho a ser duplicado – entre a região central de Araguaína e o distrito de Novo Horizonte – tem apenas 13 KM e, pelo projeto original, custaria R$ 86 milhões, R$ 6,6 milhões por KM. O preço praticado no mercado é de R$ 1,1 milhão o KM;

 

5 – Também é inverídica a informação segundo a qual os projetos foram votados “na calada da noite”. A reunião foi transmitida ao vivo pela TV Assembleia, pela TV aberta e por assinatura, e pela internet via youtube;

 

A Assembleia Legislativa tem orgulho de ser independente, de proporcionar a participação dos prefeitos e vereadores de forma transparente em suas discussões e debates.

 

Esse projeto como qualquer outro será sempre debatido, afinal o dinheiro público será sempre respeitado e fiscalizado.

 

 

Mauro Carlesse

Presidente

 

Comentários do Facebook

Leia também

Vereador Carlin de Itaguatins e Laudecy, sua irmã, declaram apoio a pré-candidatura de Jair Farias

O ex prefeito de Sítio Novo do Tocantins e pré-candidato a Deputado Estadual recebeu na …